top of page
  • Foto do escritorInstituto Algar

Programa Transforma: Alexandre e sua jornada para a realização de um sonho

Atualizado: 20 de jun.


A imagem mostra um rapaz, adolescente, que veste camisa preta e aparece sorrindo. No fundo, há uma parece com uma imagem colorida em verde, amarelo e rosa.
Alexandre dos Santos, no IFVC

Aos 12 anos de idade, o adolescente Alexandre Alves Ramos dos Santos responde rápido quando questionado sobre seus planos de futuro:


“Quero chegar na seleção brasileira de vôlei”. 


Sobre esforço pessoal e sonhos

A certeza da resposta vem da rotina diária de treinos, da paixão pelo esporte e também de sua formação como atleta, que começou quando tinha apenas cinco anos, dentro de oficinas esportivas e culturais patrocinadas pelo Instituto Algar, dentro do Programa Transforma.

Alexandre passou a infância e adolescência no Instituto de Formação Vamos Crescer (IFVC), instituição social de Uberlândia liderada pelos seus pais, Eurípedes Ramos dos Santos e Fernanda Alves. Lá, participou de várias atividades. “Fiz capoeira, futebol, vôlei, muay thai. Comecei a participar das atividades quando era bem pequeno. Tudo o que tinha, eu ia fazendo”, lembra.

 

Parceiros desde 2017

O IFVC foi fundado em 2012, pelo Lar Espírita Pai Chico de Arruanda. Atende gratuitamente cerca de 200 crianças e adolescentes, na faixa etária dos 6 aos 16 anos e que estejam matriculadas na rede pública de ensino. As atividades acontecem no contraturno escolar.

Desde 2017, é um dos parceiros do Instituto Algar. Participa dos programas Transforma  e Talentos de Futuro, onde são realizadas oficinas culturais, esportivas e de formação para o mercado de trabalho.

A imagem mostra um homem maduro, de barba branca. Ele usa um boné bege e uma camiseta onde está impressa a logo do projeto Instituto de Formação Vamos Crescer
Eurípedes Ramos dos Santos, um dos responsáveis pelo IFVC

“Quando começamos, eram poucos recursos e pouco conhecimento. Recebemos apoio do Instituto Algar para o planejamento estratégico, a realização das oficinas e a continuidade dos projetos. Essa parceria fez toda a diferença no começo e faz ainda hoje

Eurípedes Ramos dos Santos, um dos responsáveis pelo IFVC e pai de Alexandre.

 



Transformar vidas


Eurípedes e Fernanda, responsáveis pelo dia a dia do IFVC, já perderam a conta dos jovens que passaram por lá e tiveram suas vidas transformadas. São muitas as histórias de gente que entrou na faculdade, gente que conquistou vaga em uma equipe esportiva, começou a trabalhar em boas oportunidades de mercado.

“Queremos dar para esses meninos e meninas as oportunidades que não tivemos”, diz Fernanda. “Por isso a gente se emociona ao acompanhar as conquistas deles e a do nosso próprio filho, que foi aprovado para treinar vôlei em um clube respeitado e conquistou uma bolsa de estudos”.

Hoje, Alexandre tem uma rotina escolar e de treinos que ocupa o dia todo. Na escola, é bolsista e tem compromisso em ter um bom desempenho. No esporte, os treinos acontecem no contraturno escolar, além da rotina de jogos em Uberlândia e região.


Percurso nem sempre foi fácil


Alexandre lembra que na época em que fazia as oficinas, não era um grande fã do vôlei, mas começou a praticar para experimentar as opções oferecidas pelo IFVC. “Eu gostava muito de esportes, mas tinha dia que não queria treinar, ia de cara feia. Mas treinava! Hoje, vejo que tudo valeu a pena. Quando a gente se esforça e está disposto a aprender e a melhorar, vai chegar aonde quer”, diz Alexandre.

Hoje, o adolescente tem uma rotina de treinos intensa e acredita que para subir de nível, esse esforço vale a pena. “Tenho que dar o meu melhor em quadra, para crescer cada vez mais. Acredito que tive boas oportunidades no IFVC e quero aproveitar cada uma delas.”

Entre as lições que aprendeu como participante do Programa Transforma, está a importância da humildade. Para ele, não importa o quanto tenha conquistas na carreira, esse valor estará sempre presente. “Aprendi valores importantes nas oficinas oferecidas pelo Instituto Algar: o valor da humildade, do trabalho em equipe, da persistência, do respeito ao próximo”.

 

Mensagem final


A imagem mostra um adolescente em pé, vestindo um uniforme de prática esportiva e exibindo uma medalha
Alexandre no IFVC

Para Alexandre, o segredo está no aproveitamento das boas oportunidades que as crianças e adolescentes encontram em programas sociais como os oferecidos pelo Instituto Algar e IFVC.


“As atividades estão lá, são gratuitas, mas só uma parte vai aproveitar. É preciso esforço, dedicação, vontade de superar as dificuldades. Eu me vejo chegando longe com o esporte. Se não for o vôlei, tem ainda o futebol, que também gosto muito. Qualquer coisa que vier no futuro terá a ver com esportes”.

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page